:: O Erro de Sócrates ::

O erro de Sócrates foi ter acreditado que tinha um partido socialista atrás dele. Nunca assumirá isso. Mas o erro dele foi achar que o partido socialista partilhava da sua visão da sociedade, assente nos alicerces que defendeu como fundamentais para ter alguma hipótese quando o mundo económico estourasse. E para termos alguma hipótese, só com mais e melhor formação, só com mais e melhor saúde, só com mais e melhores acessos, só com mais e melhores estruturas que, ou se faziam antes da crise, ou não se fariam por duas décadas.

Esse foi o erro dele: achar que no partido socialista existia algum estudo histórico e ideológico, quer para trás, quer para a frente.

Sócrates assumiu (em entrevista um dia) o erro de ter “governado em minoria após 2009” porque tinha que escolher um que as pessoas considerassem verdadeiramente um erro.

Pois eu acho que essa atitude foi a mais corajosa atitude que ele teve. Foi adiar o mais possível este governo de direita (coadjuvado por uma esquerda tesa no discurso mas frígida no consenso), lutar cá e lá fora na tentativa de que condições na Europa fossem criadas (como foram no fim de 2011 e nos anos seguintes) para impedir que a crise europeia se alastrasse.

Isto podia ter parado na Grécia e só não parou porque tínhamos um governo minoritário. Mas se tivéssemos um governo de direita em 2009, teríamos este retrocesso na mesma exacta medida (ou ainda além disto) com uma agravante: nem a troika os fiscalizaria. Como aliás, se percebe no nosso dia a dia…

Anúncios

Argumente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s