9 dias de loucura benigna

Nos últimos dias não consegui escrever regularmente por aqui como era habitual, resolvi e até porque se passaram 9 dias desde o meu ultimo post fazer um resumo dos acontecimentos mais importantes (que no meu entender) se passaram nesses 9 dias. E a esta distância tomo consciência que é melhor sempre falar dos acontecimentos quando não estão a quente pois pude complementar alguns com outros conhecimentos e acontecimentos com noticias/reflexões posteriores.

De todos os acontecimentos o mais relevante está na figura que destaquei, e que aconteceu quinta-feira da semana que passou, que foi a apresentação e publicação nesse dia da encíclica papal Laudato si´, o motivo do destaque é simples, pela primeira vez desde o Concilio Vaticano II um Papa da Igreja Católica Apostólica Romana entra em confronto aberto com a maioria dos ideólogos/elites católicas apostólicas romanas, mas não com o povo católico, desta vez (então foi por questões de doutrina) na área política e ideológica e isso terá no curto e médio prazo consequências benignas políticas e ideológicas e são péssimas noticiais para o conservadorismo e neoliberalismo ideológico e político que até agora contava com silêncios e às vezes até com a cumplicidade do clero católico apostólico romano.

Destaco os acontecimentos de sexta-feira e de terça-feira como o segundo e terceiros mais importantes a seguir a este. O primeiro porque a acontecer o que foi acordado mudará a nossa vida e o nosso futuro enquanto país e não é preciso ser crente para que tal seja possível. O segundo porque o seu sucesso irá alterar uma parte do nosso mundo e torná-lo mais seguro e erradicar uma parte do mal que nos últimos anos se abateu sobre parte da nossa humanidade.

A arte de nos TAParem os olhos

Sábado dia 13 de Junho 9_dias_de_loucura_benigna_01

Soubemos no final da semana quem é que vencera o concurso de privatização dos 61% da TAP, um consórcio entre o testa de ferro do processo e o empresário David Neeleman, proprietário da Azul Linhas Aéreas que se soube rodear por Marques Mendes, António Vitorino e Fernando Pinto que fizeram um declarado lobby nas três áreas de influência que dispunham – respetivamente mediático e partidário, jurídica e na analise e avaliação dos dossier dos concorrentes – lobby esse podemos dizer bem sucedido. Querem saber como se compra uma empresa que fatura o que fatura e é um dos maiores exportadores nacionais, por tuta e meia? É simples apenas nos devemos aliar a um tipo influente e que perceba do negócio e que mantém tudo na mesma no inicio do negócio e que se sabe rodear das pessoas certas para ganhar o negócio.

O que sabemos é que existe uns dez anos de prováveis restrições sem nenhuma garantia de manutenção de nada em mãos nacionais, pois não existem penalizações após o estado alienar 100% do capital deixando assim de ter algum papel, pois e segundo o código comercial qualquer acordo que seja imposto de fora a uma sociedade totalmente privada não pode ter sucesso e a todo o tempo pode ser anulado por um juízo civil e/ou comercial. Deste modo existe uma probabilidade de num espaço de quatro a seis anos (quando e se o estado anular o restante capital) de deslocação do HUB de Lisboa para Belo Horizonte, até porque é lá efetuada a manutenção e na América Latina, e a Azul Linhas Aéreas – companhia mãe – detêm 20 milhões de passageiros nesse mercado!!! Mas a coisa é bem pior!!! Conheceu-se também a maneira como se irá financiar o negócio, expliquemos então o chico-espertismo: primeiro vende-se os aviões que se detêm e depois aluga-se os mesmos; troca-se os 12 encomendados por versões mais baratas; por fim arranja-se os interiores de alguns que se detêm em leasing para dar um ar de cara lavada!!! Não sei qual era a proposta do outro consórcio, mas se esta era a melhor, então a outra deveria ser uma coisa de bradar aos céus!!!

O que sabemos é que este governo vendeu uma companhia de bandeira nacional com um esquema altamente duvidoso de obtenção de capital para se financiar com nulas garantias de manutenção do HUB em Lisboa a uma companhia que tem todo o seu negócio, a sua frota principal e a manutenção na América do Sul com um sócio testa de ferro português que percebe tanto de aviões como eu de batatas!!! Bem visto o cenário qual é a parte em que achamos que tudo correrá bem? O problema é que os órgãos de comunicação social na generalidade e com garbo convidaram o governante a explicar-se e omitiram com arte os fatos duvidosos de modo a nos TAParem os olhos!!!

Alguém me escreveu uma carta!!!

Domingo dia 14 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_02

Acho que o candidato a Presidente da República, Henrique Neto, no dia 10 de Junho deu-se ao trabalho de me escrever uma carta, a mim e aos militantes socialistas (pode lê-la AQUI) mas eu só tive conhecimento no Domingo que essa existia!!! Sim fui à procura dela e fui lê-la. Bem nesta carta, Henrique Neto, confirma o que é a sua candidatura, ou seja, uma candidatura de fação dentro do PS!!!

Pois passo a explicar: No tempo da outra senhora dentro do PS, o então Secretário-geral, queria mandar para a frente alguém na altura das Presidenciais, isto quando ainda governavam o partido!!! As sondagens que fizeram ao António Guterres tiveram o condão de este manter sempre o NIM inicial, aliás NIM esse apenas esclarecido apenas e quando já é Secretário-geral, António Costa e depois de este lhe ter pedido uma clarificação rápida!!! Se lá estivesse Seguro, o objetivo seria ficar no chove não molhe até às legislativas, ter nestas um resultado entre o medíocre e a derrota e tentar depois que o PS fizesse uma grande coligação com o bloco de direita, aliás e para este cenário já haviam ministros escolhidos e até nomeados e tudo ficando Seguro como Primeiro-Ministro e/ou Vice-Primeiro-Ministro, dependendo, se ficasse com pouco mais de uns pós percentuais que a direita e/ou atrás desta por pós percentuais!!! Após este mais que previsível resultado medíocre para as legislativas, o objetivo e caso houvesse um NÃO claro de António Guterres, era lançar um candidato perdedor para as Presidenciais de forma a pagar de alguma maneira o serviço que o bloco de direita lhes fez uns meses antes. É neste cenário que se começa a picar alguns senadores considerados próximos de Seguro e que entram no mesmo discurso de que tudo o que o PS fez para o passado foi mau, e que Seguro e os seus construiram um novo partido e que apenas interessava o presente e o futuro. Neste cenário, muitos se cortaram, até porque perceberam que seriam os bombos da festa da corrente suicida e negacionista do passado do PS que se mantinha e estava para ficar dentro do nosso partido. Pois muitos se cortaram mas houve um que aceitou, quem é? Pois bem adivinharam chama-se: Henrique Neto

Por isso caro camarada a malta está-se a marimbar que o sejas e que venhas agora te desculpar por teres seguido a estratégia negacionista do passado do PS de Seguro e que louvava este medíocre político e anão administrativo e financeiro da nossa máquina como o novo Sebastião do partido e do país!!!! Estamo-nos a marimbar que sejas apoiado pelos lobbys industriais e financeiros que apoiavam Seguro dentro do PS e que embora descapitalizados prometeram mundos e fundos a esse secretário-geral e que nunca avançaram com o papel como aliás se vê pelo estado das finanças que deixaram o partido!!! A carta por isso teve tanta importância e reflexão da minha parte e de muitos militantes que a leram quanto os minutos que perdemos a lê-la!!! Como dizia alguém: Azarucho…

O alívio de um egoísta

Segunda-feira dia 15 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_03

Embora tenham sido proferidas no dia anterior num avião que o transportou para uma visita oficial a dois estados de leste da União Europeia, Bulgária e Roménia, visitas essas pontuadas por casos caricatos e infelizes tiradas que envergonhariam qualquer português, soubemos em plena segunda-feira que o Presidente da República da fação que governa este país está aliviado por nos TAParem os olhos com mentiras e que se sente aliviado por ter sido efetuado um negócio ruinoso para Portugal.

Pior quando confrontado com as posições contrárias e se lhe daria algum crédito a reação foi que não contariam consigo para posições pessimistas e miserabilistas, ou seja, segundo este quem pensa contrário a si é um pessimista e um miserável!!! Bonito, demonstra este senhor ter então um profundo respeito pela democracia e pelo contraditório. O problema é que este personagem tinha-nos brindado nessa mesma viagem com outras pérolas, disse então: “só faço aquilo que considero que corresponde ao superior interesse nacional (…) não participo em jogadas político-partidárias, não cedo a pressões, venham elas da direita, da esquerda, do centro ou das costas (…) depois de já ter vencido quatro eleições com mais de 50% dos votos o meu ego está mais do que satisfeito (..) Está no máximo, não preciso de mais nada.

É caso para dizer que um político – que por acaso é Presidente da República – aliviado, egoísta e apoiante da fação governamental, viajou para dois países de leste para se representar a si próprio e a essa fação política e deixou pelos vistos de fora todos os miseráveis e pessimistas que discordam dele e que neste não votaram!!! Fez-me um favor, se já tinha pouco respeito por este, passei a ter ainda menos. Já nem peço que acabe o mandato com dignidade, apenas que saia o mais rápido que puder e sem dignidade pela porta em que nunca deveria ter entrado!!!

O dia D contra o Daesh

Terça-feira dia 16 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_04

Passando do medíocre para o heroico, falo-vos do terceiro acontecimento mais importante que ocorreu esta semana a seguir aos dois antes destacados por mim. Neste dia é confirmada a conquista de Tel Abyad/Girê Spî (o último nome é curdo) ao daesh (já agora este nome é o acrónimo árabe de estado islâmico do Iraque e do levante e que pode ter alguns duplos significados com outras palavras e verbos não tão simpáticos na língua árabe) pelas Forças de Defesa do Povo e/ou YPG (Yekîneyên Parastina Gel – que tem mais de 70 mil combatentes e que são compostas também pelas Unidades de Proteção Feminina e/ou YPJYekîneyên Parastina Jin – integradas por mais de 10 mil mulheres soldado e pelos Leões de Rojava/Brigadas Internacionais de Rojava que são milícias internacionais compostas por mais de cinco centenas de combatentes ocidentais sendo que alguns não combatem no terreno mas dão apoio logístico, formativo e de informações) aliadas a três exércitos do Exercito Livre Sírio e/ou FSA (acrónimo inglês de Free Syrian Army e/ou em árabe al-Jaysh as-Sūrī al-Ḥurr) com o objetivo de afastar das fronteiras do recém criado estado de Rojava (dominado pelo Partido da União Democrática uma coligação multi-étnica e multi-religiosa de centro esquerda dominada pelos Curdos) da ameaça destes extremistas.

E porque é tão importante esta conquista e pode ser comparada ao Dia D que derrotou os Nazis. Pois bem em termos estritamente estratégicos esta fronteira encontra-se a 100 quilómetros da capital de facto do daesh, Raqqa e/ou ar-Raqqah, sendo esta a fronteira que estes usavam para e em conluio com a Turquia (o regime do partido islamita era um aliado muito pouco discreto destes) traficar todo o tipo de coisas – desde mulheres escravas, petróleo, armas, ruínas e obras de arte – para obterem dinheiro e assim se poderem manter. Ao conquistar esta cidade o YPG (YPJ/Leões de Rojava/Brigadas Internacionais de Rojava) e o FSA ao cabo de três meses de ofensiva estão a dirigir-se para a capital do daesh e noutras frentes de forma isolada (província de al-Hasakah a partir da cidade de Tell Barak) ou coligada com o FSA (província de Aleppo a partir da cidade de Mare´ e norte da província de ar-Raqqah) a isola-los e a cortar-lhes os fornecimentos!!! E é desta forma que se irá acabar com este grupo de mercenários inumanos e bárbaros que se auto-denominam de islâmicos. Viva Rojava!!! 🙂

Aliás a coisa é tão séria que os E.U.A./U.S.A. coligados ao Canadá, França e Reino Unido, a partir das suas bases da NATO próximas, dá-lhes o apoio aéreo em momentos decisivos pois quando falamos do YPG, falamos de um exercito organizado com estrita disciplina e calejado com anos de combates que foram primeiro de defesa de várias áreas ao daesh (cidades de Dêrik e Kobanê) e dos exércitos do ditador Assad (cidades e redutos em Afrin e Aleppo) e depois de ofensiva e conquista, num crescendo que levou a que uma milícia/exercito que era formado no inicio exclusivamente por Curdos, já tenha mais de 40% de outras etnias (destacando-se de entre estas os árabes, os assírios, os yazidis e os cristãos arménios). Para eles e mais do que o regime do Presidente Assad, o seu inimigo principal é o daesh que escravizou e assassinou milhares das suas mulheres e crianças e fuzilou milhares de homens para que estes não fossem combater contra si. Falar-vos-ei deste assunto mais à frente quando ar-Raqqah for conquistada e explicar-vos-ei o que é o estado de Rojava. Até e porque segundo as ultimas informações (dia 22 de Junho às 23:30) a cidade de Ayn Issa a 60 quilómetros – e a maior cidade e base a caminho desta cidade de ar-Raqqah e capital do daesh – foi tomada e controlada pelo YPG e os seus aliados do FSA.

O fim do regabofe

Quarta-feira dia 17 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_05

Passou por aí despercebida pela grande maioria dos órgãos de comunicação social e/ou então foi tratada de forma jocosa por outros uma entrevista que António Costa deu ao jornal Público nesta este claramente diz uma coisa: o Estado não pode continuar a não ter recursos próprios nas competências jurídicas para a negociação de grandes contratos, tendo de recorrer, sistematicamente, à requisição, em outsourcing de escritórios de advogados ou de analistas financeiros. Isso fragiliza a proteção do interesse público e torna aqueles que servem momentaneamente o Estado mais permeáveis à influência, normal, da atividade que desenvolvem noutras circunstâncias para os seus clientes privados.

Eu percebo o pânico de muitos dos jornalistas e jornais que vivem à custa destes informadores e fontes noticiosas que são os escritórios de advogados ligados a este tipo de negócios e que protegem com grande garbo!!! Como protegeram a atual Ministra das Finanças que liderou para e com alguns destes escritórios a renegociação das PPP´s em favor dos bancos e que depois como virgem ofendida veio dizer, apoiada pelos mesmos órgãos de comunicação que continuam a branquear o seu passado, que nada fez e que até salvou o estado de pagar mais do que devia!!! Noutro país isto dava direito a demissão, neste e apoiada por uma comunicação social subserviente, lambe-botas e reacionária tal facto não passou de um fait divers com nos últimos tempos lamentáveis palmadinhas nas costas a quem nos prejudicou e que mentiu declaradamente ao parlamento.

Pois é foi anunciado o fim do regabofe e pelos vistos tal foi encarado como apenas e só mais uma promessa eleitoral. Quando este acabar de facto não venha depois a comunicação social, atacar o futuro governo PS, por tomar decisões que não são fundamentadas nos mesmos tipos que lhes pagam por debaixo da mesa alguns milhares de euros para estes se calarem em relação às suas negociatas!!! É que já ando meio farto desta corja jornalística corrupta que vegeta por aí e que se dá um ar de grande santa quando na realidade protege os piores e crucifica quem não lhes paga os silêncios!!!

Laudato sii caro Francesco

Quinta-feira dia 18 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_06

Foi nesta quinta-feira que o Papa Francisco decidiu apresentar a publicação da sua primeira Encíclica, denominada Laudato si´ (ou Louvado sejas) esta lê-se muito bem e pode ser baixada virtualmente em português (AQUI). Não escondo a minha denominação religiosa e que esta está e muitas vezes em confronto direto com a grande maioria dessa mundividência, mas não posso deixar de destacar como um passo fundamental esta Encíclica papal, até e porque ela vai contra tudo (e sublinho o tudo com muita veemência) o que era defendido pela maioria esmagadora dos ideólogos políticos e das elites católicas romanas, aliás o conservadorismo católico dos continentes americanos e europeus eram e são os mais ferozes opositores ao ecologismo e a uma sociedade equilibrada, ecológica e que tenha em conta o planeta como nossa casa comum!!! Muitos dos empresários ditos cristãos apostólicos romanos fazem parte de grupos de lobbys organizados que são ferozes opositores a regulações e à proteção do ambiente, a grande maioria das fés cristãs (aqui incluo também os evangélicos, os protestantes e outras denominações como os mormons) são e estão muitas vezes coligadas à destruição do planeta e o consumo generalizado sem olhar a quem e sem nenhum equilíbrio entre o homem e a natureza. É comum encontrar lobbystas que defendem o conservadorismo de valores e ao mesmo tempo o acabar com qualquer lei/regulação que proteja o ambiente, e nos E.U.A./U.S.A. as coisas são tão similares que às duas referidas se junta sempre a negação do aquecimento global causado pelo homem!!! Na Europa os lobbystas são bem mais diversos e existem associações para todos os gostos, mas raramente os lobbys de valores sociais se juntam com valores económicos, embora percebamos que tanto uns como os outros têm exatamente o mesmo fundo ideológico e que partem destes votos/representantes eleitos para posições mais moderadas.

O problema do Papa Francisco é que este está com o povo católico e não com as suas elites e isso é o que chateia as mesmas!!! O raio do homem ao ficar no sitio onde está e não ir para os aposentos papais, ao ser Jesuíta – e por esse motivo ter uma milícia informativa autónoma e de proteção – ao escolher o nome de Francisco, em honra de São Francisco de Assis (que recorda no Preâmbulo 10/12 da Encíclica referida) conquistando deste modo a simpatia dos Franciscanos e Dominicanos – e também a proteção e vigilância destes – não precisa para nada das elites cardinalícias do Vaticano e ligadas à grande industria e negócios!!! Pois é, e se Paulo VI, João Paulo II, e Bento XVI recordados no mesmo preâmbulo da Encíclica referida se limitaram a fazer envergonhados reparos à situação do ambiente e da proteção da nossa casa comum, esta Encíclica dá uma pedrada no charco das coisas e vai diretamente ao ponto. Querem ver como: “Há um consenso científico muito consistente, indicando que estamos perante um preocupante aquecimento do sistema climático.” (Capitulo I – 23); “Enquanto a qualidade da água disponível piora constantemente, em alguns lugares cresce a tendência para se privatizar este recurso escasso, tornando-se uma mercadoria sujeita às leis do mercado. Na realidade, o acesso à água potável e segura é um direito humano essencial, fundamental e universal, porque determina a sobrevivência das pessoas e, portanto, é condição para o exercício dos outros direitos humanos. Este mundo tem uma grave dívida social para com os pobres que não têm acesso à água potável, porque isto é negar-lhes o direito à vida radicado na sua dignidade inalienável.” (Capitulo I – 30); “não há duas crises separadas, uma ambiental e outra social (…) Hoje, a análise dos problemas ambientais é inseparável da análise dos contextos humanos, familiares, laborais, urbanos, e da relação de cada pessoa consigo mesma, que gera um modo específico de se relacionar com os outros e com o meio ambiente. Há uma interação entre os ecossistemas e entre os diferentes mundos de referência social e, assim, se demonstra mais uma vez que «o todo é superior à parte» (…) A imposição dum estilo hegemónico de vida ligado a um modo de produção pode ser tão nocivo como a alteração dos ecossistemas” (Capitulo IV – 141/145); “A lógica que dificulta a tomada de decisões drásticas para inverter a tendência ao aquecimento global é a mesma que não permite cumprir o objetivo de erradicar a pobreza. Precisamos duma reação global mais responsável, que implique enfrentar, contemporaneamente, a redução da poluição e o desenvolvimento dos países e regiões pobres.” (Capitulo V – 175); “A salvação dos bancos a todo o custo, fazendo pagar o preço à população, sem a firme decisão de rever e reformar o sistema inteiro, reafirma um domínio absoluto da finança que não tem futuro e só poderá gerar novas crises depois duma longa, custosa e aparente cura. (…) Mais uma vez repito que convém evitar uma conceção mágica do mercado, que tende a pensar que os problemas se resolvem apenas com o crescimento dos lucros das empresas ou dos indivíduos. Será realista esperar que quem está obcecado com a maximização dos lucros se detenha a considerar os efeitos ambientais que deixará às próximas gerações?“(Capitulo V – 189/190).

Desta vez, este Papa dá um tiro aos porta-aviões do obscurantismo bacoco e empresarial católico e apostólico romano que rodeia os grandes lobbys empresariais e industriais, que aliado aos libertários capitalistas e neoliberais pretende gastar tudo e nada deixar em cima deste nosso planeta que é a nossa casa comum ao ponto de e até muitos países/governos começarem a ficar preocupados pois começam a sentir de forma direta os problemas e foi de tal maneira o tiro que nos E.U.A./U.S.A. já sentiram o toque, e o candidato republicano católico apostólico romano e apoiado pelos lobbys conservadores e industriais norte-americanos reagiu referindo que “não deixo que os bispos, cardeais ou o Papa ditem a minha política económica” claro que já levou de todos os quadrantes, inclusive daqueles de onde se sentia à vontade, ou seja, dos padres, bispos e cardeais católicos!!! Fica a pergunta o que é que a extremista católica apostólica romana da Opus Dei que era a nossa ministra do Ambiente e que agora apenas ficou com a Agricultura, Assunção Cristas, bem como o seu chefe de fação, Paulo Portas, têm a dizer sobre isto? Era interessante ver qual o drible que efetuariam!!! Por isso caro Francisco laudato sii anche (louvado sejas também) 🙂

Um novo impulso para a convergência Europeia e Ibérica

Sexta-feira dia 19 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_07

O dom do branqueamento desta comunicação social também chegou na sexta-feira, ao segundo acontecimento que eu considero mais importante, enquanto em Espanha alguns noticiários abriram com a noticia da assinatura de dois acordos entre o PSOE e o PS, o primeiro sobre o reforço da cooperação ibérica com medidas concretas e em segundo lugar um documento sobre a concertação de posições na União Europeia, por aqui essa noticia foi um factoide de rodapé, relegado para o meio dos telejornais desse dia!!! É de facto, vivo mesmo num país que é bem mais importante o incêndio, a ida à praia e/ou a temperatura alta do que uma cimeira ibérica entre as duas forças políticas que se preparam para governar nos dois lados da fronteira!!! A tristeza chegou mesmo à cidade e pelos vistos nem os bobos de serviço (v. comunicação social) servem para animá-la!!!

Em relação ao primeiro documento pretende-se reforçar a cidadania ibérica e com esta a nossa integração na União Europeia assim e em relação aos cidadãos em geral pretende-se: a eliminação das tarifas de roaming; das taxas do levantamento do dinheiro com cartão multibanco e cartão de crédito; assegurar a interoperabilidade entre os sistemas de pagamento de portagens nos dois lados da fronteira; o reconhecimento das qualificações académicas e profissionais dos dois lados da fronteira e o fomento o intercâmbio entre estudantes portugueses e espanhóis. Em relação às empresas pretende-se eliminar um conjunto de barreiras burocráticas ao trabalho das empresas portuguesas e espanholas: referindo-se explicitamente ao reconhecimento mutuo das normas técnicas e das licenças para o exercício das atividades; a possibilidade da existência de um registo comercial comum; o reconhecimento/aceitação nas regiões transfronteiriças de documentos em espanhol e em português; a emissão de documentos bilingues em todo o país para que uma empresa portuguesa que queira investir/exportar em Espanha não tenha que repetir todos os registos/autorizações que já fez em Portugal e vice versa. Neste âmbito termos uma estratégia comum para o desenvolvimento das regiões transfronteiriças tornando estas regiões não o interior de Portugal mas no centro do e para o mercado ibérico através de várias medidas concretas: a existência de um fundo comum para o desenvolvimento das regiões transfronteiriças; a gestão em comum dos parques industriais; a existência de incentivos à instalação de empresas que criem emprego nestas zonas e regiões de fronteira; a diminuição dos custos de instalação com a existência de serviços partilhados como por exemplo nas redes energéticas. Neste ponto em particular aposta-se que as interconexões elétricas são uma prioridade de ambos os países e que ambos apostam num maior investimento em projetos de energias renováveis e na aposta na auto suficiência energética e na exportação para a restante Europa do excedente.

O segundo documento é fundamental pois concerta posições no âmbito da União Europeia e concertar onde? O que se pretende com este documento é que nas negociações do programa financiado pelas perspetivas financeiras que será mobilizado por fundos do BEI e que pode mobilizar dinheiro fresco fora dos já negociados programas Horizonte2020 (Espanha) e Portugal2020 (Portugal), do denominado Programa Juncker, sejam negociadas em pacote e conjuntamente as prioridades dos países, deste e modo e em Portugal definiu-se como prioridades: a educação; a modernização da administração pública e da justiça; a reabilitação urbana; eficiência energética; a inovação nas PME´s; o desenvolvimento e a capitalização empresarial.

Um susto de sondagem

Sábado dia 20 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_08

No final da semana, sai uma sondagem para a RTP, não seria noticia caso não se tivesse dado o caso de ser a primeira a dar à coligação PPD-PSD+CDS-PP uma ligeira vantagem em relação ao PS. E esse é o primeiro problema, foi a única em que isso aconteceu, o que há partida é estranho!!! Mas pior que essa exceção são os factos que se conhecem que é, que apenas 1% votará noutros partidos. Desculpem-me, quantos!!! 1%!!! Pois!!! Pior existem outras perplexidades, com este resultado facilmente apuramos que só os 5 partidos principais é que foram mencionados e tidos em conta pois é impossível que haja um quadro representativo mínimo e correspondente com a sociedade quando não se tem em conta que nas ultimas legislativas houve 3,5% que votaram noutros partidos e neste tempo ainda não se tinha verificado os fenómenos MPT/Marinho e Pinto/P.D.R. e LIVRE!!!

Mas verificamos outras coisas estranhas, que o PS desce 10 pontos percentuais certos e que o seu líder iguais 10 pontos no índice de popularidade, a menos que haja aqui alguma coisa estranha o facto de se verificarem iguais descidas percentuais em dois indicadores tão distintos – o segundo é o resultado entre as opiniões positivas de negativas e o primeiro uma pergunta simples de tendência de voto – deveria alertar os responsáveis deste estudo que alguma coisa estava a bater mal!!! Mas não, a coisa pelos vistos bateu tão bem que não bate certo até numa pergunta simples e com uma única pergunta com escolha simples, é que embora só 20% dizem que votam em PPD/PSD+CDS-PP uns espantosos 55% dizem que não há alternativa, ou seja nem todos os votantes declarados (44% pois os restantes 56% dividem-se entre: Outros – 1/Brancos e nulos – 5%/Não vota – 16%/Não sabe – 26%) chegam ao resultado da não alternativa e pior ainda pelo menos 28% acham que há alternativa, e nem todos os que votam noutros partidos dão a soma dos votos no PS (17%), CDU (4%), BE (3%) mais Outros (1%), ou seja 25%, não chegam a bater certo com quem acha que há uma alternativa, alguém acha estes números absurdos para não dizer matematicamente impossíveis e inverossímeis!!!

Mas a cereja no topo do bolo aparece no sábado, na segunda parte da sondagem, assim e apesar de 55% dizerem que não há alternativa, 54% julgam que será o PS a ganhar!!! Vejamos será que eles foram para o pé da saída de um festival de verão e antes de a malta ir para as tendas para efetuarem as perguntas ao público que é a amostragem desta sondagem, é que se não, parece!!! Eu fico-me pela minha, esta sondagem não foi um susto, é que nem chegou a ser isto. Apenas foi um susto de sondagem que deve envergonhar quem a fez e pior quem a validou e apresentou!!!

Entre as primárias e o solstício

Domingo dia 21 de Junho

9_dias_de_loucura_benigna_09

Realizaram-se ontem as primárias da candidatura LIVRE/Tempo de Avançar e embora eu me tenha recusado enquanto militante de outro partido a ser propositor de qualquer candidatura destes, acho também que no meu entender que estes não deveriam permitir isso, nem o facto de haver candidatos exteriores aos quatro movimentos que a compõem, fui em relação à votação para as primárias exercer o meu direito cívico!!! Neste tive que escolher quem eu é que achava que seriam os 15 nomes que seriam os mais indicados para liderar a lista do círculo de Lisboa desta candidatura. Já agora vou-vos dizer os meus critérios: primeiro para os escolher dei-me ao trabalho de ler todas páginas de apresentação e ver quais as suas filiações, todos os que se diziam não partidários ou não pertencentes/afiliados aos quatro movimentos que fundaram a candidatura foram excluídos; depois escolhi de entre os restantes pelo critério de provável defesa na Assembleia da República de uma coligação com o PS e pelos valores ambientais e laicos que demonstravam ter; também contou o critério de experiência política; também tive que equilibrar a lista entre homens e mulheres (a paridade é assumida e bem por esta candidatura); por fim veio o critério de serem conhecidos, ficando relegados os mais conhecidos para os últimos lugares de modo a que a ponderação não os favorece-se.

O facto de ir às primárias teve esse intuito o de influenciar diretamente a escolha de um eventual aliado em relação ao PS caso o cenário que eu ache provável se verifique, ou seja, que não haja maioria absoluta e fiquemos a um ou dois deputados desta e que o LIVRE/Tempo de Avançar como é muito previsível os eleja. Sei que não fui o único militante do PS que o fez, mas ao contrário de outros assumo-o de forma clara. Sei que não irei votar nestes mas assumo que se me derem a chance de influenciar quem é que eu quero que seja o meu interlocutor no outro lado não declinarei essa responsabilidade, até porque sei que esse é o risco que se corre numas primárias. Se acho que esse modelo poderia ser implementado no PS? Sim acho, embora ache que os critérios de candidatura deveriam ser bem mais estreitos e que apenas parte da lista deveria ser escolhida desta maneira, até porque o PS é um partido de massas e que na sua concelhia maior tem mais do dobro dos militantes do que os cidadãos que em todo o país foram eleitores destas primárias do LIVRE/Tempo de Avançar. Sou favorável a umas primárias abertas que escolham um terço dos candidatos, sendo o restante terço escolhido em primárias internas e para dentro das estruturas e apenas o restante terço pelas estruturas/órgãos internos do partido de modo a equilibrar os concelhos e interesses sectoriais presentes (sindicais, reformados, jovens, educativos, ambientais e outros). É que atualmente pode muita boa gente achar opaco o critério do PS de escolha dos seus candidatos a deputados, mas os cálculos e equilíbrios internos que se fazem são tão complicados que se virmos talvez não andassem longe de um resultado que fosse sufragado interna e/ou externamente!!!

9_dias_de_loucura_benigna_010

No restante dia celebrei o solstício de verão em cerimonial próprio na minha Loja Maçónica (e não a fotografia acima não é da minha Loja mas de outra tirada no mundo virtual), e é nestes momentos que eu particularmente gosto de ser maçon, são cerimoniais que nos purificam pela simbólica e o ritual maçónico e que nos fazem ligar ao nosso passado, não só através do que evocamos como e pelo ritual que realizamos me enchem as medidas enquanto maçon. O Ágape à ordem (refeição ritual) que fizemos posteriormente remonta a lojas militares que já existiam sob aquela forma no tempo dos exércitos napoleónicos e sabe-se que alguns daqueles rituais foram efetuados antes de grandes batalhas e acontecimentos históricos importantes para a Europa e Américas. Pensar que se pode e deve perpetuar a história e através desta discutirmos o presente podendo sob e com esta forma perspetivar o futuro leva-me a partilhar convosco estas ultimas linhas destes nove dias de loucura benigna.

Anúncios

Argumente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s