O mentiroso compulsivo…um problema de credibilidade!!!

Nas próximas eleições temos em confronto duas pessoas que irão provavelmente liderar o próximo governo e esse confronto mais do que de ideias e de lideranças é um confronto entre a personalidade, credibilidade e o trabalho que um desenvolveu enquanto autarca da maior Câmara do país e outro que foi Primeiro-Ministro de uma coligação nos últimos quatro anos!!!

Em relação à personalidade vou deixar que uma imagem de uma recente sondagem efetuada fale por mim, até porque sigo neste âmbito um pensamento do Confucionismo (embora talvez interpretado erroneamente mas assim divulgado) de que “uma imagem vale mais que mil palavras”:

um_mentiroso_compulsivo00

Pois em todas as categorias António Costa segue à frente de Passos Coelho e mesmo na que fica mais próximo que é a de Decidido este o supera por umas quatro décimas!!!

Mas há uma que não foi avaliada de forma direta, pois indiretamente quando se fala na “Com discurso de  verdade” talvez se esteja a perguntar isso, que é se este é mentiroso!!!

E eis que chegamos ao grande problema em questão, como é que se pode eleger um mentiroso compulsivo!!! Alguém que diz quase sempre meias verdades e/ou mentiras sobre quase todos os assuntos. E em vez de dizerem que estou a ofendê-lo gratuitamente, vou-vos dar três exemplos:

um_mentiroso_compulsivo0

O primeiro tem a ver com a célebre entrevista que este deu à SIC Noticias e na qual um Jornal o de Negócios apurou parcialmente algumas das respostas dadas por este se eram verdadeiras e/ou falsas. Pois bem numa amostragem a seis das perguntas respondidas, apurou-se que em quatro dizia uma meia verdade e/ou verdade retorcida, em duas mentiu deliberadamente e apenas e só numa é que falou verdade, mas nessa é referido que de facto este disse verdade não porque o fosse ou fosse uma evidência mas porque ao causar tal problema teve que ser obrigado a isso, mas será que Passos Coelho referiu que foi o seu governo que causou esse problema, a saber o défice do sistema de previdência público, pois não!!! Na prática disse uma meia verdade escondendo que tinha culpas no cartório pois ao não transferir verbas como estava obrigado para a CGA nos primeiros anos teve que o fazer obrigatoriamente a partir de 2013!!!

Um segundo exemplo tem a ver com a mentira deliberada não só dada nessa entrevista mas apoiada por este noutros momentos e por outros membros do governo de que as contas do memorando estavam mal feitas e de que ele não influenciou em nada estas negociações!!! A figura abaixo de uma manchete do Expresso de 1 de maio de 2011 de uma entrevista efetuada a Eduardo Catroga por este semanário na altura demonstra que não só isso é mentira como e até como foi comprovada por uma celebre fotografia de SMS que este mostrou ao Expresso que esse memorando inicial teve a assinatura do PPD/PSD!!!

um_mentiroso_compulsivo02

Entende-se que Passos Coelho queira fugir e dar todas as responsabilidade ao PS por esse facto, mas como se demonstra, seja pelo facto de o PPD/PSD ter liderado a coligação negativa (formada por estes, o CDS-PP, o PCP e o BE) que chumbou o PEC VI provocando o pedido de ajuda externa de Portugal à troika também negociou e como referiu Eduardo Catroga foi um dos que mais influenciou este memorando!!! Assinado a contragosto então pelo PS!!! Aliás a cara de funeral do anuncio da assinatura, contrastou com a alegria imensa que era então apanágio na sede do PPD/PSD e com o ar triunfalista de uma entrevista dada dias depois por Pedro Passos Coelho!!!

Em terceiro lugar soube-se hoje que afinal a tal ideia brilhante que Passos Coelho teve que levou ao desbloquear final das negociações com a Grécia e que abriu alas à jocosa campanha nas redes sociais da Juventude Socialista de #PORACASOFOIIDEIAMINHA nem sequer foi ideia deste!!! Ou seja e segundo o principal negociador Donal Tusk, “o primeiro sinal de que uma coisa dessas poderia ser aceite foi uma mensagem [SMS] do PM holandês Rutte. Quando lhes mostrei a proposta de Rutte para que 12,5 mil milhões de euros do fundo fossem usados para reembolsar dívida e 12,5 em investimentos, ninguém pareceu particularmente impressionado, mas a partir desse momento estava na mesa. Eis como é que alguém se descredibiliza não só internamente como e até externamente ao apresentar como sua algo que nem sequer teve algo a ver!!!

Eu diante destes factos e se fosse Primeiro-ministro pediria desculpas públicas e demitir-me-ia!!! Mas em Portugal eis como é que alguém que é mentiroso compulsivo por opção e na qual os órgãos de comunicação social não chamam à pedra nem se indignam!!! Aliás bem vistas as coisas, eis como é que os média lhe limpam a imagem todos os dias, apesar de todas a evidências!!!

Mas será que os eleitores o irão fazer nas próximas eleições legislativas!!! É na realidade essa a resposta que iremos ver respondida…

Anúncios

2 thoughts on “O mentiroso compulsivo…um problema de credibilidade!!!

Argumente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s