Tríada / Tríade

El alivio que habrá sentido César en la mañana de
Farsalia, al pensar: Hoy es la batalla.
El alivio que habrá sentido Carlos primero al ver el
alba en el cristal y pensar: Hoy es el día del
patíbulo, del coraje y del hacha.
El alivio que tú y yo sentiremos en el instante que
precede a la muerte, cuando la suerte nos desate de la
triste costumbre de ser alguien y del peso del
universo.

triade01

O alívio que César terá sentido na manhã de
Farsália, ao pensar: Hoje é a batalha.
O alívio que Carlos primeiro terá sentido ao ver a
aurora no vidro e pensar: Hoje é o dia do
patíbulo, da coragem e da acha.
O alívio que tu e eu sentiremos no instante que
precede a morte, quando a sina nos libertar do
triste hábito de ser alguém e do peso do
universo.

triade02

José Luis Borges, in “Tríade” de “Os Conjurados” (1985)

Anúncios

Argumente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s