Buracos

Fartou-se de rir
Silvestre Vitalício
quando lhe falaram
do buraco do ozono.

buracos01

Como podem ser
tão supersticiosos?, perguntou.

Se o céu inteiro é um buraco!, argumentou.

Pecado é o Homem
usar seu vazio
para tapar esse altíssimo nada.

buracos02

Mia Couto, in “Buracos” de “idades cidades divindades” capítulo “cidades” (Maputo, 2006)

Anúncios

Argumente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s